Linha Economy: mais vantagem, economia e qualidade em suas peças

Encontrados com facilidade nas concessionárias, os produtos da Linha Economy atendem à demanda de veículos com mais de três anos de uso

Por: Redação

Pastilhas de freios da Linha Economy é sempre a melhor escolha

A Volkswagen, sempre preocupada em estar próxima do reparador, lança no mecado brasileiro da reposição a linha Economy, que possui alta tecnologia e robustez, assegurando ao cliente eficiência e confiança a preços competitivos. Os produtos obedecem rigorosos requisitos internacionais de qualidade e segurança que sustentam as necessidades dos veículos e mantém seu valor de mercado.

A originalidade das peças, eleva a qualidade do mercado, estabelecendo um patamar superior, atendendo assim as expectativas de consumidores cada vez mais exigentes. A linha Economy foi desenvolvida para atender à demanda de veículos com mais de três anos de uso, sendo uma alternativa muito mais econômica e vantajosa na manutenção das peças em relação às opções concorrentes.

Nesta fase de lançamento, será apresentado para comercialização as “pastilhas de freios e discos”. A Volkswagen ressalta ainda que gradativamente novos itens integrarão a lista da gama de produtos da marca. Para que você possa oferecer esta novidade aos seus clientes, a Volkswagen preparou um estudo detalhado sobre pastilhas de freios, que será destacado na matéria a seguir:

Peças da Linha Economy possuem identificação própria e autenticidade

Pastilhas de freios originais no mercado
As peças originais possuem uma carga de testes com exposição mais prolongada, pois além de atender aos requisitos legais e técnicos de senso comum aos fabricantes de autopeças, trazem os cuidados e ajustes das montadoras de veículos, de modo a obter a melhor aplicação possível. As pastilhas de freio da linha Economy por sua vez são submetidas à mesma quantidade de testes, porém com tempo e/ou quilometragem diferenciada, mas garantindo a mesma eficiência e segurança das pastilhas originais. Desta forma, são realizados três testes para aprovação do produto:

1. Testes veiculares e laboratoriais: avaliam, não somente, mas principalmente, as características de performance, durabilidade e ruído. Tais avaliações expõem as peças a condições de utilização comuns à maioria dos usuários e também, a situações mais severas, como uma descida de serra, por exemplo;

2. Testes de laboratório como Compressibilidade, Densidade, Cisalhamento, Análise Dimensional e Estrutural: são realizados durante o desenvolvimento e também durante a produção da série dos produtos. Os resultados obtidos durante o desenvolvimentos são definidos como parâmetros a serem atendidos durante a produção. Desta forma, as características e comportamento das pastilhas de freio são asseguradas desde o início do projeto e mantidas durante toda a vida do produto;

3. Testes em dinamômetro: simulam de forma acelerada e cobrindo as mais diferentes formas de uso, também são mandatórios para as pastilhas de freio. Com estes testes é possível avaliar a eficiência de frenagem em alta e baixa velocidade, diferentes pressões e temperatura e nas mais críticas situações. Estes testes possibilitam também calcular a vida útil das pastilhas de freio e seu comportamento em questões de conforto como propensão a ruídos. Estes resultados permitem o fabricante e a montadora desenvolverem um produto que atenda à todas as necessidades e exigências do consumidor. Atualmente existem extensos planos de testes para avaliação e aprovação de peças, nos quais as principais características observadas nas pastilhas – performance, durabilidade e nível de ruído – são testadas em veículos e em laboratórios especiais, utilizando modernos equipamentos e sistemas informatizados. Esses planos possuem etapas muito bem definidas, nas quais cada teste, seu objetivo e resultado são aferidos por um corpo técnico, a fim de validar completamente uma nova pastilha antes de seu lançamento. Os resultados são comparados com os critérios de validação e aprovação da Volkswagen. Até que todos os resultados estejam dentro destes critérios, as atividades de desenvolvimento e melhorias no produto têm continuidade e mesmo após a aprovação final, novos estudos de melhoria contínua são implementados para buscar uma evolução permanente do produto.

Componentes seguros
As pastilhas de freios são peças constituintes de um sistema de freios e, por tal razão, são consideradas componentes de segurança, requerendo assim muito rigor técnico e qualidade, pois são fundamentais nos processos de frenagens dos veículos. O salto evolutivo nos sistemas de freios observados nas últimas duas décadas, trouxe à indústria de material de fricção para pastilhas de freios enormes desafios tecnológicos, pois houve, e há, a constante necessidade de se desenvolver novas matérias primas, materiais de fricção, isoladores antirruído e seus processos de fabricação. Os testes para assegurar características básicas estão sendo discutidos por órgãos reguladores a fim de estabelecer parâmetros mínimos para determinar a segurança dos consumidores do Brasil. A Volkswagen buscou na exibição deste material reafirmar a segurança, conforto e uma vida útil do produto.

Todo o conteúdo deste material foi cedido pela fornecedora da Volkswagen TMD Friction.