Um reparador que fugiu dos padrões para realizar seu sonho de infância

Desde criança José Tenório desejava ter a oficina própria, mas diferente da concorrência. Foi quando decidiu investir na prestação de serviços em manutenção preventiva

Por: Redação
Após realizar o sonho da oficina própria, Tenório realizou outro objetivo: ministrar palestras para seus clientes.

Após realizar o sonho da oficina própria, Tenório realizou outro objetivo: ministrar palestras para seus clientes.

Proprietário da Jr Mecânica Automotiva, José Tenório Junior tem 40 anos e é técnico em mecânica automotiva “desde criança e com muito orgulho de exercer essa linda profissão”, como ele diz. Começou na oficina dos seus pais quando ainda era apenas uma criança.

O pai era um mecânico sério, rígido, honesto e muito respeitado no meio. Segundo Tenório, a mãe não ficava atrás, pois além de cuidar da família e da casa, executava serviços de mecânica e administrava a oficina em tempo integral.

Era empregado, mas não recebia salário para trabalhar na oficina com seus familiares. Porém, como prêmio por sua dedicação, em seu aniversário, ao completar 18 anos, ganhou do pai um Fusca 1500 ano 74, “lindo de doer! Foi o meu primeiro carro”, revela.

O tempo passou e Júnior cresceu sem notar que a profissão já o havia escolhido: quando ganhou o Fusquinha já era mecânico profissional.

Aos 19 anos decidiu alçar novos voos, saiu da oficina dos pais e foi procurar emprego longe da periferia, onde morava e trabalhava. Entrou em um ônibus e desceu por acaso na Av. Santo Amaro, próximo à Vila Olímpia. Encontrou a Bidú Escapamentos, que acreditou em seu potencial e o contratou como mecânico.

Durante o tempo que trabalhou na oficina da Vila Olímpia, (um ano e seis meses), decidiu fazer alguns cursos por conta própria, e sob grande influência da sua mãe, comprou as ferramentas próprias e deixou a Bidú para abrir a oficina própria.

“Em 1994 surgia a Jr Mecânica Automotiva, que já foi fundada sabendo que eu precisava fazer algo que me diferenciasse das demais oficinas mais tradicionais e já estabelecidas. Nesta mesma época o Jornal Oficina Brasil lançou o programa ‘Trate seu carro como um avião’, e a partir daí eu percebi que esse seria o caminho que eu deveria seguir. Acertei em cheio !”, diz.

No começo tudo era muito difícil: “Executar serviços mecânicos é muito diferente de administrar”, disse. E eu tinha que fazer as duas coisas, só podia contar com o auxílio da força divina, pois, não tinha sócio nem ajudante, mas tinha um aluguel de R$ 700,00 para pagar no fim do mês.

“Hoje eu comemoro os 5 anos em sede própria e os 19 anos de existência da Júnior Mecânica Automotiva”, diz Tenório.

Diferente das oficinas concorrentes, desde então, a Jr Mecânica Automotiva oferece e pratica manutenção preventiva. José Tenório destaca a evolução tecnológica dos carros como fator determinante para que a manutenção preventiva se tornasse uma oportunidade de negócios nas (poucas) oficinas mecânicas independentes que optaram por este modelo de negócio.

Para Júnior, oferecer a manutenção preventiva é uma forma de conquistar a confiança do cliente: “Percebi que ao falar sobre a necessidade da manutenção preventiva, meus clientes valorizavam o meu conhecimento, se sentiam seguros e sobretudo confiantes. Quando o cliente entende as vantagens da manutenção preventiva, ele adere, e o retorno é garantido”, afirma.

Argumentação

A estratégia adotada por Júnior é atender a necessidade imediata do cliente (realizar o conserto para o qual foi procurado), e aproveitar para verificar outros itens. Caso encontre alguma coisa fora do normal, mostra para o cliente e explica como a peça funciona e o que vai acontecer se ela quebrar de vez.

“Eu nunca, em hipótese alguma, forço a venda do serviço. Deixo o cliente à vontade para decidir se vai fazer o reparo e quando. Desta forma, a percepção do cliente é sempre positiva, pois ele entende que minha análise tem cunho técnico, informativo e trata-se de uma atenção diferenciada, demonstrando toda a importância e exclusividade do que o cliente e seu veículo têm perante minha oficina”, explicou.

Júnior ainda utiliza peças recolhidas de manutenções corretivas, para demonstrar na prática o que acontece se não fizer a manutenção preventiva. Em uma pequena prateleira que montou, explica objetivamente e consegue demonstrar a necessidade e as vantagens da manutenção preventiva.

De acordo com Júnior, atualmente, na Jr Auto Mecânica aproximadamente 60% dos serviços realizados na oficina são exclusivamente de manutenção preventiva.