Capítulo 3: A compressão nos motores EA 111

Por: Redação

A taxa de compressão é uma das características mais importantes para o perfeito funcionamento dos motores à combustão interna. Podemos afirmar que esta tem papel fundamental no seu rendimento. No geral, quanto maior a taxa de compressão, maior o rendimento termomecânico do motor, porém, esta taxa tem limitações geradas pelo tipo de material de construção do bloco (ferro, alumíno, etc.), pelo limite à detonação/pré-ignição do combustível, pelo limite de temperatura/pressão suportado ou pela durabilidade do motor.

Pensando nisso, vejamos quais são os valores de compressão desta geração de motores e quais são as principais dicas para medição e análise dos valores encontrados.

Verificação

Devemos iniciar o processo de conferência removendo o filtro de ar do motor. Em seguida, deve-se desconectar os conectores e remover as bobinas de ignição do motor (motor CPBA).
Agora, desconecte o conector de 3 pólos do sensor Hall – G40 – conforme seta da imagem abaixo.

Na sequência do processo, desconecte o conector de 4 pólos do transformador de ignição – N152 – seta- e, após isto feito, desconecte também o conector de 6 pólos do mesmo transformador.

Remova também os conectores das bobinas de ignição com estágio final de potência (motor CPBA).

Vá até o a caixa de fusíveis do veículo e remova o fusível 33.

Atenção: Lembre-se que ao remover este fusível, a alimentação elétrica dos injetores é interrompida.

Continuando o processo, verifique a compressão com o medidor de compressão dos cilindros dos motores gasolina/álcool.

Agora, peça a ajuda de outro reparador para que ele pise no pedal do acelerador, de forma que a válvula borboleta de aceleração seja completamente aberta quando o motor de partida for acionado. Acione-o até que não se verifique mais nenhum aumento de pressão no aparelho de teste. (Ver tabela Valores de Compressão).

Após conferência dos valores, instale as velas de ignição e as aperte com 30Nm de torque. Finalizando o processo, consulte a memória de falhas e elimine quaisquer que estiverem presentes e, em seguida, apague a memória das falhas.