É possível melhorar a precisão e a agilidade dos diagnósticos

O analisador de gases facilita a identificação de problemas e confere mais rapidez no trabalho do reparador

Por: Redação
Compacto, analisador de gases pode ocupar pouco espaço nas oficinas

Compacto, analisador de gases pode ocupar pouco espaço nas oficinas

Esta seção é dedicada à apresentação de novos equipamentos para a comunidade dos reparadores. A cada edição da revista Notícias da Oficina detalharemos o funcionamento e as características de equipamentos que promovem melhorias nos serviços prestados por oficinas mecânicas.

O instrumento desta edição é um analisador de gases, apresentado pelo chefe de vendas e marketing dos equipamentos de testes da divisão automotive aftermarket da Bosch, Rodrigo Iglesias.

Esta ferramenta auxilia o reparador especialmente na identificação de problemas no motor. Rodrigo Iglesias detalha que o analisador de gases ajuda a oficina no diagnóstico de aumento no consumo de combustível, nos altos índices de emissão de poluentes pelo veículo, cheiro forte do catalisador, veículo sem potência e problemas gerais no motor.

A operação deste instrumento é simples e exige apenas conhecimentos básicos de informática, porque o software indica na tela integrada os passos para a conclusão do teste. Além disso, a fabricante disponibiliza um serviço de “hot-line” (call center), disponível para sanar qualquer tipo de dúvida, oferecendo treinamento específico para os clientes em seu Centro de Treinamento Técnico Automotivo Bosch.

O “Payback” (retorno do investimento) pode acontecer de várias formas. De acordo com Iglesias, após realizar o diagnóstico no motor, o reparador tem a possibilidade de realizar a venda de várias peças e serviços, como por exemplo, velas, cabos, regulagem de motor, válvulas, filtros, limpeza de válvulas injetoras e outros.

Outra maneira destacada por Rodrigo é a redução de mão de obra do tempo investido para a diagnose do veículo. Um estudo realizado pela empresa aponta que uma oficina que não possui o analisador de gases leva em média oito horas para identificar um problema de excesso de consumo de combustível, enquanto que os centros automotivos equipados com o analisador diagnostica este tipo de problema em até 20 minutos, uma vez que o software orienta na análise precisa, evitando desperdícios e trocas desnecessárias de peças.

Este equipamento segue parâmetros estabelecidos pelas normas brasileiras e resoluções governamentais específicas. O software utilizado neste equipamento é inteiramente desenvolvido nos moldes do mercado brasileiro, e possui banco de dados com todos os tipos e modelos de veículos com estrutura semelhante à do Denatran, incluindo veículos pesados e motos.

Os proprietários de veículos também se beneficiam quando a oficina possui o analisador de gases. A primeira percepção é de agilidade e economia de tempo, sendo que o diagnóstico é preciso e o reparo é realizado diretamente na causa do problema, eliminando outras suspeitas. Além de examinar as falhas do motor, o analisador também trabalha com o sistema de injeção, ignição, filtros, sistema de escape, sonda lambda e catalisador. Também auxilia o motorista quanto à inspeção veicular anual, realizando a pré-inspeção ambiental veicular, emitindo laudos e relatórios conclusivos.

Características do analisador de gases (BEA 724) para medição de emissões de veículos

a gasolina, álcool e GNV:

 

Adequado à legislação brasileira, bem como INMETRO Classe 1, OIML Classe 1 e BAR 90;

Medições rápidas (tempo de resposta);

Programa de fácil utilização;

Calibração a cada 6 meses;

Possibilidade de upgrade para medições com célula de NOX;

Possibilidade de upgrade para a estação de teste de emissões completa (BEA 734).