Salão de Genebra

Entre as muitas novidades, destaque para o Golf conversível mais rápido do mundo e o novo Polo BlueGT

Por: Redação
Cross-Coupe

Volkswagen Cross Coupe

A Volkswagen apresentou o New Cross Coupé, o utilitário esportivo híbrido da montadora. Engana-se quem pensa que o veículo perdeu agilidade por ser um SUV com motores elétricos. O Cross Coupé é eficiente e dinâmico. Pesando 1.858 kg ele precisa de apenas 6,5 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h. O motor TDI Turbodiesel entrega 306 cavalos de potência e permite chegar aos 220 km/h, produzindo 450 Nm de torque, que podem ser divididos em 180 nas rodas dianteiras e 270 nas traseiras, com um toque num botão para acionar os dois motores elétricos. Quando o motor a combustão e elétricos trabalham juntos, o veículo passa a ter tração nas quatro rodas.

Nos testes da Volkswagem, o Cross Coupé andou 100 quilômetros com 1,8 litros de gasolina, em média 55,5 km/l. Rodando a 120 km/h usando somente os motores elétricos, é possível chegar a 45 km sem qualquer tipo de emissão.

Enquanto o motorista não pressiona o pedal do acelerador, o sistema mantém os motores elétricos e o motor a diesel desligados, desde que a bateria esteja com carga. Ao acelerar, automaticamente todos os motores são ligados entregando mais potência e agilidade ao SUV.

Quando apenas o motor TDI está operando o Cross Coupé tem tração dianteira, enquanto a bateria é recarregada pelo motor elétrico dianteiro, que funciona como gerador. Caso a energia reserva da bateria acabe, em média os 55 litros do tanque de combustível dão autonomia para andar por mais 1.287 quilômetros.

O Conversível Mais Potente

O Golf GTi, conversível mais potente da história da montadora, foi apresentado exatamente após o Golf Cabriolet ser exposto no mesmo Salão. O modelo atinge os 100km/h em apenas 7,3 (com teto fechado) e já aos 1.700 rpm o motor tem 280 Nm de torque. O esportivo chega aos 237 km/h e tem consumo de 13 quilômetros por litro.

Há a transmissão manual de seis velocidades e o câmbio automático DSG com dupla embreagem também de seis tempos. Nesse caso, a velocidade máxima é de 235 km/h.

O Golf GTI Cabriolet também pensou na segurança. Em 9,5 segundos o teto do carro se abre e em 11 estará fechado. Como itens de série o Golf tem air bags frontais, laterais para a cabeça e tórax, proteção do joelho do motorista e anticapotagem com acionamento automático.

Polo BlueGT

Polo BlueGT

Polo BlueGT

Equipado com motor 1.4 TSI, o Polo BlueGT tem 140 cv de potência e permite autonomia de 21,2 km/l. O veículo acelera de 0 a 100 por hora em 7,9 segundos e atinge 210 km/h de velocidade máxima. Caso deseje a transmissão DSG, o consumo diminui e chega aos 22,2 km por litro.

Mas o destaque é a tecnologia ACT nos motores. A Volkswagen é a primeira montadora no mundo todo a incluir o gerenciamento de cilindros para reduzir o consumo de combustível em carros de quatro cilindros.

O ACT, sistema que gerencia os cilindros, começa a funcionar entre 1.250 e 4.000 rpm, e torque entre 25 e 100 Nm. O dispositivo desativa o segundo e terceiro cilindros, reduzindo 0,4 litro a cada 100 km, em baixas e médias exigências do motor. Em velocidades medidas, como 50 km/h, por exemplo, a economia pode chegar a um litro a cada 100 quilômetros.

Ao pressionar o acelerador novamente, automaticamente os cilindros são reativados de forma quase imperceptível, graças ao trabalho do conjunto de ignição e da válvula do acelerador.

Beetle R-Line

Beetle-R-Line

Beetle R-Line

A idéia é deixá-lo mais esportivo. O conjunto R-Line estará disponível para o New Bettle. Com bancos em couro opcional ou com tecido exclusivo, o Bettle oferece ainda acabamento em microfibra San Remo nas superfícies internas dos suportes laterais.

Na dianteira o para-choque tem superfícies pretas granuladas, indicadores de direção e entradas de ar com molduras cromadas. Já o para-choque traseiro recebeu um difusor. Nas laterais os painéis e espelhos são da cor da carroceria e logotipos R-Line nestes painéis e na frente, além de Rodas de liga leve 18 polegadas.

Passat R-Line

Passat-R-LineOs para-choques traseiro e dianteiro do Passat ficaram mais esportivos, com grandes entradas de ar, que ajudam na refrigeração do motor e componentes. Os faróis de neblina equipam o modelo e acompanham os traços das saias design R-Line.

As rodas aro 17 polegadas podem ser substituídas por aro 18, como item opcional. Para aumentar a esportividade, bancos esportivos, revestimento nas portas e console, além de decoração R-Line no painel.

As pedaleiras e soleiras da porta são em aço inoxidável para deixar o interior mais despojado. O Passat Variant terá a versão R-Line independente do Passat sedã.

Volkswagen UP!

O Salão de Genebra ainda marcou a estréia da versão quatro portas do modelo. Com os mesmos motores da versão quatro portas (60 ou 75 cavalos), o up! terá cinco versões de acabamento: take up! move up! high up! black up! e white up!.

O up! quatro portas oferece conforto para quatro adultos. São 3,54 metros de comprimento e 1,64 de largura com 1,47 de altura. Os passageiros traseiros terão 789 mm de espaço para as pernas e 947mm para a cabeça. Na dianteira são 993mm.

Swiss UP!

Uma homenagem ao país que acolhe o Salão de Genebra. O Swiss UP! terá as cores da bandeira suíça. A cor branco porcelana, presente na cruz no centro da bandeira está representado nas carenagens do espelho retrovisor e nas calotas. Nas laterais dos bancos dianteiros foram desenhadas faixas de Alcântara, que conta com suporte para um canivete suíço.

Winter UP!

Versão para quem gosta de esportes. No teto há um suporte para carregar pranchas de snowboard. No bagageiro há espaço para levar seis esquis. Os bancos são forrados com tecido cor branco e azul cor geleira, e tem o logo do winter up! bordado.

Inspirado no Cross up!, que pode ser fabricado em breve, o winter up! tem as cores branco puro e azul malibu. Mesmo compacto, o winter up! tem espírito esportivo.