Novo Passat acelera, freia, estaciona sozinho e ainda vigia o motorista

Por: Redação

As tecnologias de última geração da Volkswagen permitem realizar tarefas automaticamente, muitas vezes com maior precisão e agilidade que qualquer motorista experiente, como vimos na última edição da Revista Notícias da Oficina, quando foi explicado o funcionamento da transmissão DSG.

Veremos agora a aplicação da inteligência tecnológica a favor do conforto e principalmente da segurança.

Os novos Passat e Passat Variant estão equipados com estes sistemas, por isso serão utilizados para exemplificar o que é e como funcionam os sistemas que um dia permitirão ao motorista a possibilidade de simplesmente dizer o endereço para onde deseja ir e deixar o resto por conta do veículo.

Detecção de fadiga

O sistema de detecção de fadiga está sendo aplicado pela primeira vez a um carro da Volkswagen e é uma inovação em sua área. O equipamento detecta a perda de concentração do motorista e o avisa através de um sinal auditivo com cinco segundos de duração. Uma mensagem visual também aparece no painel de instrumentos, recomendando que o condutor pare para descansar. Caso o motorista não pare nos próximos 15 minutos, o aviso é repetido.

A importância do sistema é muito alta, pois estatísticas mostram que pelo menos 25 por cento de todos os acidentes rodoviários podem ser atribuídos ao cansaço dos motoristas, especialmente em trechos longos e monótonos.

A detecção da fadiga se contrapõe a essa situação. Logo no começo de cada viagem do carro, o sistema analisa as características de direção do motorista. A caminho, o sistema de detecção de fadiga avalia continuamente sinais, como o ângulo do volante, uso dos pedais e aceleração transversal.

Se os parâmetros monitorados indicarem um desvio do padrão de direção registrado no início da viagem, os avisos sonoro e visual no painel são acionados. Independentemente dessa monitoração, sempre que o sistema é ativado, recomenda ao motorista uma interrupção da viagem a cada quatro horas de percurso.

O sistema de assistência não visa alertar o motorista em casos extremos, de sono momentâneo. Em vez disso, ele procura detectar com antecedência possíveis lapsos de concentração.

ACC

O ACC (Adaptive Cruise Control – controle automático de velocidade e distância) oferece um importante auxílio ao motorista, acelerando e desacelerando o automóvel dependendo do fluxo de tráfego detectado pelo radar frontal. Em todas as situações, o motorista continua no comando, responsável pelas decisões à direção: é possível sobrepassar o sistema a qualquer momento, desligando-o ou ao utilizar os pedais do freio ou do acelerador.

O ACC é ativado por um controle posicionado no volante. O motorista seleciona a velocidade desejada, a distância a ser mantida em relação ao veículo à frente (mantendo as distâncias de segurança mínimas previstas na legislação) e o modo de resposta dinâmica (Comfort, Normal ou Sport).

O ACC funciona como um controlador de velocidade (piloto automático) inteligente, que mantém automaticamente a distância escolhida pelo motorista em função da velocidade do veículo à frente. Reagindo ao veículo que vai à sua frente, o Passat pode até mesmo frear até a imobilidade. Sempre que a estrada à frente estiver livre, o ACC funciona como um controlador de velocidade convencional, mantendo a velocidade estabelecida pelo motorista.

Front Assist

O sistema Front Assist, integrado ao ACC, atua como se fosse um “passageiro da frente sempre alerta”, ajudando a evitar colisões frontais, mesmo quando o ACC estiver desligado. Ele monitora o tráfego de forma contínua usando o radar frontal em velocidades entre 30 km/h e 200 km/h, relatando quaisquer situações críticas ao motorista.

A terceira fase do Front Assist, implementada agora no novo Passat, pode ser descrita, de forma figurada, como se houvesse um passageiro ao lado do condutor, sempre alerta e com seu próprio pedal de freio.

O sistema auxilia o motorista sempre que a aproximação em relação ao veículo da frente estiver chegando a um ponto crítico. O sistema de freios é então precondicionado e os sistemas de assistência de frenagem são sensibilizados. À medida que o risco de uma colisão frontal aumenta, são emitidos avisos visuais e acústicos e o motorista é alertado de que precisa agir.

Caso a reação do motorista ao frear seja muito fraca, o veículo aumenta automaticamente a pressão nos freios.

Frenagem urbana de emergência

Um novo destaque tecnológico do Passat é a utilização da função de frenagem urbana de emergência. Este sistema funciona em velocidades abaixo de 30 km/h e também reage a veículos parados. Se necessário, ele inicia automaticamente a frenagem para ajudar a evitar uma colisão iminente ou, pelo menos, minimizar os danos da batida.

Park Assist, geração II

A Volkswagen introduziu a segunda geração do Park Assist no novo Passat. Diferentemente dos sistemas de primeira geração, que ajudavam a estacionar o carro exclusivamente em vagas paralelas, o novo assistente de estacionamento também funciona para vagas perpendiculares.

O sistema é ativado em velocidades abaixo de 40 km/h pelo acionamento de um botão no console central. O motorista indica o lado da rua em que pretende parar acionando o indicador de direção. O Park Assist usa seus 12 sensores ultrassônicos (quatro à frente, quatro à ré, dois à esquerda e dois à direita, com alcance de 4,5 metros) para encontrar uma vaga do tamanho adequado e inicia a sequência de estacionamento. O motorista engata a marcha-ré e, a partir daí, só precisa acelerar e frear. O Passat controla o volante. O motorista é orientado por sinais acústicos e indicações visuais no display multifuncional.

Durante as manobras de estacionamento, o Park Assist funciona a uma velocidade limeite de 7 km/h, acima dessa velocidade o sistema é automaticamente desativado. O motorista é responsável pelo controle da velocidade através do acelerador e freio. O sistema foi amplamente otimizado em relação ao de primeira geração.

Essencialmente, o Park Assist agora permite parar em vagas bem menores 80 cm maiores que o carro, enquanto anteriormente eram necessários 140 cm. Também funciona em curvas, junto a blocos de concreto e entre árvores ou outros obstáculos. E mais: o novo Park Assist ajuda também a sair de vagas apertadas, auxiliando o motorista desde que haja um mínimo de 50 cm de espaço livre à frente do veículo.