Missão: salvar vidas

Conheça o crash-tests, processo da Volkswagen que avalia a segurança dos carros antes de irem para o consumidor final

Por: Redação

Crash-tests

Desde 1986, a Volkswagen faz no Brasil o crash-test, ou seja, testes de impacto nos veículos da marca para garantir o maior nível de segurança exigido. Para isso, a montadora conta com o que o que há de mais moderno em tecnologia nos centros de ensaios veiculares, tudo para que os testes sejam feitos com o máximo de exatidão.

No crash test, os veículos são submetidos a impactos contra barreiras indeformáveis, feitas normalmente por blocos de concreto ou de ferro, ou deformáveis, feitos com um bloco deformável metálico. O objetivo é avaliar as condições de segurança dos carros, verificando se eles cumprem normas de proteção à colisão em casos de acidente de trânsito.

Durante os testes, são realizados impactos frontais, laterais e contra pedestres. Eles analisam também a eficiência de itens de segurança, como os freios ABS e os airbags, itens que serão obrigatórios em veículos brasileiros a partir de 2014.

Na Volkswagen, um dos principais atores desse teste é o Dummy, um boneco provido com alta tecnologia, que representa os ocupantes do carro. O equipamento tem o poder de captar os dados emitidos durante a avaliação, por meio de sistemas colocados dentro do próprio manequim.

Os Dummies têm estrutura biomecânica bem parecida com a dos humanos, para representar pessoas fielmente. A Volkswagen já usa a 3ª geração dos manequins e as respostas e dinâmicas emitidas pelo boneco são atualmente muito próximas as do corpo humano.

Antes do início do crash test, os Dummies passam por um processo de manutenção e calibração em uma sala especial. Após, os bonecos são encaminhados ao Centro de Impactos Veiculares, onde são posicionados dentro dos veículos conforme normas internacionais, como a EuroNCAP.

Somente então são feitos os ajustes e parâmetros da sensorização pelos técnicos do departamento de Aquisição de Dados, o que é importante para o perfeito registro das informações. Além dos Dummies, filmadoras High Speed, que possuem um dispositivo de alta velocidade, registram os testes. Os engenheiros também fazem fotos do antes e depois dos impactos, para que nenhum detalhe seja perdido.

Uma das vantagens do uso do manequim foi à eliminação de mais de 40 cabos sensores. Após o teste, as informações obtidas por meio do Dummy são enviadas, via cabo único, para um sistema de aquisição de dados, que avalia os impactos. A partir daí, os engenheiros analisam todos os resultados obtidos dentro do carro e dos ocupantes, interpretados pelos Dummies.

Além da análise dos ocupantes feita pelos Dummies, a aquisição de dados dos testes também se baseia em sensores embarcados em todo o veículo para a coleta de dados, assim como as caixas pretas dos aviões. A cada impacto é possível identificar as fragilidades de cada veículo e isso é essencial para que a Volkswagen desenvolva tecnologias de segurança cada vez mais eficientes.

Entrevista

 Para garantir a segurança de seus veículos, a Volkswagen conta com o trabalho de um importante “colaborador”, o Dummy. É ele quem enfrenta os crash-tests (testes de impacto), ocupando o lugar das pessoas dentro do veículo, para atestar e aperfeiçoar a segurança dos nossos produtos. Veja a seguir a entrevista de um Dummy ao Jornal da Volkswagen, informativo interno da montadora:

Quem é você?

Dummy – Sou um manequim antropométrico, ou seja, um instrumento de medição de alta tecnologia que representa o ser humano nos testes de impacto veicular com o objetivo de desenvolver veículos cada vez mais seguros.

Então você é quase um ser humano?

Dummy – Minha estrutura biomecânica é similar à estrutura humana com cabeça, pescoço, costelas, coluna lombar, pélvis, fêmur, joelhos, tíbios e pés. Fui desenvolvido para representar os humanos da maneira mais fiel possível. Atualmente, já na 3ª geração, temos maior “biofidelidade”, ou seja, as minhas respostas e dinâmica são muito próximas às do corpo humano.

Conte como é o seu trabalho?

Dummy – Eu ocupo o lugar dos humanos nos ensaios de crash-test. No desenvolvimento de segurança veicular, o crash-test é um ensaio no qual um veículo sofre um impacto contra uma barreira para a simulação de acidentes. Depois, os técnicos verificam o que acontece com o veículo e seus ocupantes, no caso, os Dummies.

Como você garante um bom desempenho nos testes?

Dummy – Primeiro, passo por rigoroso processo de manutenção e calibração na Sala de Calibração. Depois, no Centro de Impactos Veiculares, sou posicionado dentro do veículo conforme normas internacionais. Os ajustes e parâmetros da sensorização são feitos pelos técnicos e engenheiros da Aquisição de Dados para o perfeito registro das informações. Além disso, filmadoras High Speed, de alta velocidade, registram o teste. Os engenheiros também fazem fotos antes e depois do impacto. Nenhum detalhe escapa.

Todos os Dummies são iguais?

Dummy – Não. Existem vários tipos de Dummies, como por exemplo, o Side Impact Dummy, desenvolvido para testes de impacto lateral. A classificação dos Dummies, com relação a pesos e medidas, representa tanto homens e mulheres como crianças em várias faixas etárias. Dessa forma, desenvolvemos dispositivos de segurança adequados a toda a família.